Vitória do serviço público: PEC 32 será retirada de pauta

O Sind-UFLA comemora essa conquista, uma vez que a Diretoria pressionou pessoalmente parlamentares mineiros em Belo Horizonte e em Brasília contra o texto da PEC 32 em 2021 e em 2022. A PEC foi a maior ameaça aos direitos dos servidores nos últimos anos, e contra ela fizemos uma grande campanha de mídia com outdoors em Lavras e postagens nos jornais locais para dialogar com a população contra a Reforma Administrativa.

📢 REPOST
Uma das principais lutas recentes das servidoras e servidores públicos no governo Bolsonaro foi a derrota da PEC 32 – (Reforma Administrativa). O trabalho incansável nos últimos dois anos da FASUBRA Sindical e das entidades que compõem o FONASEFE contra a destruição do serviço público proposta pela PEC teve êxito. A votação da PEC 32 na Câmara dos Deputados chegou a ser adiada mais de uma vez por conta da mobilização em Brasília e em todos os estados. Servidoras e servidores públicos podem finalmente respirar aliviados: a PEC 32 será retirada da pauta do Congresso Nacional.

Logo após o 1º turno das eleições, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), ameaçou pautar novamente a famigerada PEC 32, o que poderia ocorrer ainda este ano. Na última semana, no entanto, Lira voltou atrás e anunciou em reunião de líderes que apenas as prioridades do novo governo eleito (LULA/Alckmin) serão pautadas até o final deste ano, o que representa que a Reforma Administrativa não irá ser votada mais.

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva e seu governo de transição também já atuam para cumprir a promessa de retirar a PEC 32 da pauta nessa Legislatura. A medida, portanto, não vai mais tramitar. A proposta era um dos carros-chefe do governo Bolsonaro e buscava literalmente privatizar o serviço público brasileiro por meio do fim de concursos públicos, da estabilidade de servidoras e servidores, além de abrir brechas para a terceirização irrestrita, entre outros malefícios.

A FASUBRA Sindical e suas entidades de base participaram ativamente da luta para derrubar a PEC 32, em conjunto com as demais categorias que compõem o FONASEFE.

Servidoras e servidores públicos conseguiram não só derrotar Bolsonaro e Paulo Guedes, como também uma de suas principais bandeiras de exploração da classe trabalhadora e de desmantelamento do Estado brasileiro. É importante afirmar que derrotamos Bolsonaro nas urnas e agora com essa vitória é o caminho para derrotá-lo nas ruas!


Disponível em <https://sindufla.org.br/2022/11/23/vitoria-do-povo-brasileiro-o-amor-venceu-o-odio/> Acesso: 29/01/2023 às 01:53