Sind-UFLA LANÇA CAMPANHA PELO IMPEACHMENT DE BOLSONARO

Conheça detalhes da campanha iniciada pelo sindicato

O Sind-UFLA colocou na rua, no último dia 29 de janeiro, a Campanha “SEM OXIGÊNIO. SEM VACINA. SEM GOVERNO. Impeachment Já!”

Um dos objetivos da Campanha é alertar a população acerca dos ataques desferidos pelo governo Bolsonaro/Mourão contra a vida do povo brasileiro. A campanha lançou um documento intitulado “MANIFESTO EM DEFESA DA VIDA”, no qual denuncia os inúmeros crimes de responsabilidade cometidos pelo Presidente da República.

Em defesa da vida, pela vacinação de todos e todas, pela superação do desemprego, contra a Reforma Administrativa e a privatização dos serviços públicos, o sindicato convocou as entidades co-irmãs e o povo de Lavras para uma mobilização pela abertura do processo de impedimento de Bolsonaro. Ao todo, o presidente já acumula mais de 60 pedidos de impeachment protocolados pelos mais diferentes setores e organizações da sociedade.

A partir de uma série de ações públicas de visibilidade – como outdoors, publicações em veículos de comunicação e ações em redes sociais –, o sindicato pretende incentivar que as pessoas reflitam sobre as ações do presidente da República que agravaram a situação da pandemia no país e, também, sobre suas omissões, em ambas as situações milhares de vidas foram ceifadas intencionalmente. A importância dos serviços públicos gratuitos e de qualidade, das vacinas e do auxilio emergencial também serão pautas da campanha.

Fique atento que, ao longo das próximas semanas, divulgaremos diversas peças da campanha. Também serão realizadas reuniões conjuntas com outros sindicatos e organizações a fim de elaborarmos ações unificadas que amplifiquem o grito em defesa da vida do povo brasileiro.

Confira os locais de veiculação dos outdoors:

 

 

Download Best WordPress Themes Free Download
Download Nulled WordPress Themes
Download Premium WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
udemy course download free

Disponível em <https://sindufla.org.br/2021/10/18/curso-treina-mulheres-a-ingressar-na-politica/> Acesso: 21/10/2021 às 13:53