Pauta Interna: Pós-Graduação

Pós-Graduação

O que o acordo prevê:

Criação de uma comissão paritária que terá a missão de discutir e propor alterações na Resolução CEPE nº 227, que dispõe sobre normas, critérios e procedimentos para o afastamento de servidores técnicos para participação em programas de pós-graduação strictu sensu e pós-doutorado. Na resolução ainda em vigor, não há previsão para afastamento parcial para cursar pós-graduação dentro da UFLA. Com o novo acordo, a liberação parcial passa a ser contemplada, desde que atenda aos interesses institucionais e tenha correlação com o ambiente organizacional do servidor. Além disso, estabelece um limite de 10% do total de TAE de cada órgão para cursar fora da UFLA, e até 25% do total de TAE de cada órgão para cursar dentro da UFLA ou fora dela.

O que já foi feito:

A comissão paritária encarregada de elaborar proposta de norma para afastamento já se reuniu diversas vezes neste ano para estudar e propor alterações na Resolução CEPE, todas em conformidade com o que já é previsto em lei. Apesar da comissão já ter concluído o trabalho recentemente, a referida proposta ainda não foi levada à reunião do CEPE até o fechamento desta publicação, mesmo tendo estabelecido um prazo de 60 dias contados da data da criação da comissão. O Sind-UFLA entende que, entre as pautas acordadas, a que trata da liberação para a pós é a que obteve mais avanços até o momento.